Reservatórios de água viram aliados da produção de leite

Produção de leite - Foto: CANVA
0

A produção leiteira é das mais importantes para a economia brasileira e, consequentemente, a qualidade dessa produção também é essencial para o abastecimento do país e, claro, para o lucro dos produtores. No entanto, em tempos de estiagem em algumas localidades, a falta de água se torna o desafio para muitos agropecuários.

Publicidade

Neste caso, algumas tecnologias simples ajudam a, pelo menos, minimizar o problema com a falta de chuva. E um desses exemplos é a aposta em reservatórios de água nas propriedades rurais para ajudar.

Produção de leite - Foto: CANVA
Produção de leite – Foto: CANVA

Por exemplo, em algumas fazendas, os proprietários já estão colocando reservatórios que comportam até 250 mil litros de água. Com isso, durante o período de chuva, a água reaproveitada fica armazenada.

Publicidade

Quando há a estiagem, essa água que ficou acumulada pode ser reaproveitada, garantindo a melhor produtividade e evitando maiores prejuízos pela falta de chuva. E essa alternativa tem sido das mais interessantes.

Importância da água para o gado

Mas, o que a água tem a ver com a produção de leite? Tudo. Isso porque as vacas em época de lactação precisam se hidratar bem para conseguir produzir o líquido de maior qualidade.

Continua depois da publicidade
Banner camara

Consequentemente, os grandes produtores agropecuários apostam nesta ferramenta para a hidratação. No entanto, esse benefício da água não fica apenas para este item específico.

Afinal de contas, a água também é usada para a irrigação do pasto. Com esse pasto de melhor qualidade, as vacas terão uma alimentação mais adequada e vão, também, produzir mais leite.

Então, uma tecnologia relativamente simples poderá ajudar a melhor a produção e dar mais lucro para os produtores e um leite de maior qualidade para o consumidor final, aumentando até mesmo a confiabilidade.

E a água também ajuda, naturalmente, na higienização do ambiente onde as vacas ficam. Tudo isso vai ajudar e ser um fator para melhorar a qualidade do produto final, sem aumento destacado de gastos.

Por exemplo, uma fazenda grande, com cerca de 100 vacas, vai consumir aproximadamente 7.700 litros de água por dia. Então, a demanda é grande e, nos tempos de estiagem, esses reservatórios se tornam importantes aliados.

Se as fortes chuvas devastaram a agricultura e a pecuária no Rio Grande do Sul, a falta delas também geram dor de cabeça e prejuízo aos pequenos, médios e grandes produtores. E esse recurso é algo que tende a crescer, garantindo uma solução definitiva para os períodos de falta de água.

Publicidade

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.