Você pode ter romã em casa depois de seguir o nosso manual

Uma fruta incrível para a sua saúde, descubra ao ler!

Você pode ter romã em casa depois de seguir o nosso manual - Pexels
0

Você, com certeza, já ouviu falar desse fruto, não é mesmo? Muito se fala, inclusive, do famoso chá de romã. No entanto, você sabe quais são seus principais benefícios? Sabia que até para a pele ela é boa? E que tal se você pudesse cultivar romã em casa? Acha que é difícil? Bom, você verá que não é bem assim.

Publicidade

Por isso, hoje, 16 de maio, em Belo Horizonte, nós, da Agro e Jardim, da Agrorural.net, vamos te explicar o passo a passo mais simplificado de cultivo e, também, os benefícios que vão te encher os olhos. Ficou animado para saber mais? Leia abaixo com atenção!

Leia mais: Como fazer para germinar caroço de pêssego, veja como é simples o método

Publicidade
Você pode ter romã em casa depois de seguir o nosso manual
Você pode ter romã em casa depois de seguir o nosso manual – Pexels

Primeiramente, antes de aprendermos como cultivar a romã, é muito importante que você saiba os benefícios dessa frutinha tão especial. Assim, você ficará com ainda mais vontade de tê-la em casa, então veja a lista que nós separamos para você logo abaixo:

  • Contribui na prevenção do câncer;
  • Reduz a pressão arterial;
  • Ajuda o sistema cardiovascular;
  • Além disso, é ótima para prevenir gengivites;
  • Mantém a saúde da pele;
  • Pode combater a diarreia.

NOTA: apesar desses e outros diversos benefícios, é importante ressaltar que nada tira a importância de um acompanhamento profissional em qualquer caso de saúde, combinado? O fruto é só uma forma de deixar sua alimentação ainda mais saudável. Agora, sem mais delongas, veja como plantá-la!

Continua depois da publicidade
Banner camara

Como cultivar romã?

Sendo assim, além de tantos benefícios, você irá se surpreender com a facilidade de cultivar romã. Por isso, para começar, separe um solo que seja fértil, com uma terra de qualidade e que tenha misturada nela uma boa matéria orgânica, geralmente o famoso esterco bovino. Junto a isto, não deixe que o solo fique encharcado, logo, aposte em uma boa drenagem com britas e cascalhos misturados ao solo para que ele não fique compacto.

A romã é um fruto que ama um bom sol, então o local de plantio deve oferecer, pelo menos, 6 horas de Sol direto. Uma dica muito importante é que você deve lembrar sempre de renovar a adubação no início do outono ou primavera e, depois da floração, no início do verão.

Aposte em uma boa irrigação, mas sem grandes quantidades, apenas uma frequência regular. Por ser uma planta grande, invista em vasos de, no mínimo, 40 litros, ou canteiros que tenham espaço. Fique de olho nas podas e sempre retire os galhos mortos. Por fim, o processo de plantio em si é super simples: se for por muda, basta enterrar apenas o torrão.

Contudo, se forem sementes, comece em uma sementeira e, depois que o broto estiver com uns 10 cm, passe para o local definitivo. Na época de germinação, o solo nunca deve ficar totalmente seco e tome cuidado com sol excessivo. E então? O que achou de cultivar romã? Conte para nós nos comentários se você tem costume de ingerir esse fruto e o que achou de seus diversos benefícios! Até a próxima dica exclusiva para você.

Continue lendo: Confira 3 legumes que não podem faltar na sua horta caseira

Publicidade

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.