Prorrogada a vacinação contra febre aftosa; veja o calendário

Prorrogada a vacinação contra febre aftosa; veja o calendário / Pexels
0

A fase da inicial da campanha de vacinação contra a febre aftosa terminou ontem, segunda-feira (31). Porém, foi prorrogada para 15 estados do país. O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) autorizou prorrogação do prazo para vacinação.

Publicidade

Devido a Covid-19 os produtores rurais pediram aos órgãos competentes para avaliação de uma possível prorrogação no prazo de vacinação.

Portanto, a vacinação de bovinos e bubalinos de todas as idades acontecerá por no mínimo mais 12 dias em alguns estados, Porém, em outros estados o prazo é ainda maior. Conforme o calendário abaixo.

Publicidade
Prorrogada a vacinação contra febre aftosa; veja o calendário
Prorrogada a vacinação contra febre aftosa; veja o calendário / Pexels

Prorrogada a vacinação contra febre aftosa; veja o calendário

  • Distrito Federal (prorrogado até 12 de junho)
  • Rio de Janeiro (prorrogado até 15 de junho)
  • Espírito Santo (prorrogado até 15 de junho)
  • Goiás (prorrogado até 18 de junho)
  • Sergipe (prorrogado até 18 de junho)
  • Piauí (prorrogado até 30 de junho)
  • Rio Grande do Norte (prorrogado até 30 de junho)
  • Maranhão (prorrogado até 30 de junho)
  • Pernambuco (prorrogado até 30 de junho)
  • Bahia (prorrogado até 30 de junho)
  • Alagoas (prorrogado até 30 de junho)
  • Paraíba (prorrogado até 30 de junho)
  • Pará (prorrogado até 30 de junho)
  • São Paulo (prorrogado até 30 de junho)
  • Ceará (prorrogado até 03 de julho)

No total, a expectativa é imunizar cerca de 170 milhões de animais.

Febre aftosa: declarar ao órgão de defesa sanitária animal

Após a vacinação dos bovinos e bubalinos, os produtores também devem fazer a declaração junto à Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal. A declaração de vacinação deve ser feita online. Porém, caso não seja possível fazer online, a declaração deve ser feita pessoalmente nos postos designados dentro do prazo prescrito.

Continua depois da publicidade
Banner camara

Na dúvida, procure orientação no órgão de defesa sanitária animal de seu estado.

Leia também:

Publicidade

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.