Como é feito o processo do vinho? Saiba como funciona o processo até a mesa do consumidor, veja

Saiba mais sobre esta bebida que é uma delícia!

Como é feito o processo do vinho? Saiba como funciona o processo até a mesa do consumidor, veja - Pexels
0

Boa parte da população aprecia um bom vinho, não é verdade? Seja o doce, o suave ou o seco. A verdade é que, ainda mais em dias frios, um bom vinho sempre cai bem! Mas você sabe como é feito o processo do vinho? Como será que ele é feito para chegar até sua casa? Quais são as etapas? 

Publicidade

Bom, isso é o que hoje, 7 de maio, em Belo Horizonte, você vai descobrir! Nós, da Agro e Jardim, da Agrorural.net, vamos te atualizar das melhores informações a respeito deste tema. Afinal, é muito legal conhecermos certos manejos que, até então, ficam somente na nossa imaginação, não acha? Por isso, sem mais delongas, veja o processo abaixo. 

Leia mais: 

Publicidade
Como é feito o processo do vinho? Saiba como funciona o processo até a mesa do consumidor, veja
Como é feito o processo do vinho? Saiba como funciona o processo até a mesa do consumidor, veja – Pexels

Qual é o consumo de vinho no Brasil?

Primeiramente, antes de falarmos sobre o processo do vinho, vamos entender mais o quanto esta bebida é importante para o brasileiro. Segundo o site G1, durante a pandemia, o brasileiro nunca consumiu tanto vinho. Assim, foram, em média, 2,6 litros de vinho por pessoa! Este valor é quase 30% maior quando comparado aos anos anteriores. Muita coisa, não é mesmo?

Como é o processo do vinho?

Dessa forma, como já visto, o vinho é muito importante, ainda mais nos últimos tempos. Portanto, veja os processos e etapas. Basicamente, a produção do vinho se divide da seguinte forma: esmagamento das uvas, fermentação da pasta, decantação, nova fermentação do líquido se preciso, filtragem e engarrafamento. Entretanto, dependendo do processo industrial, alguns aditivos são colocados neste processo.

Continua depois da publicidade
Banner camara

Nesse sentido, de modo geral, ao chegar na vinícola, as uvas são esmagadas. Em seguida, se for vir a ser um vinho branco, eles passam pelo processo de prensagem inicial. Desse modo, após a prensagem inicial, todos vão para a fermentação. Ela consiste na famosa mágica, isto é, as leveduras se alimentam do açúcar natural presente no suco das uvas e, por isso, o transformam em álcool e dióxido de carbono. Você sabia disso?

Caso não seja um vinho branco, a uva não passa pela prensagem justamente porque as cascas que configuram cor ao vinho tinto e rosé. Agora, o próximo passo é a trasfega, ou seja, passar o vinho para um tanque limpo e livre de resíduos. Após isto, no processo do vinho há algumas estabilizações para que não se formem cristais ou fermentações indesejadas no vinho já engarrafado.

Por fim, o penúltimo passo antes do engarrafamento é o confinamento, isto é, colocá-lo em um tanque de aço que limite a exposição do vinho ao oxigênio, mantendo-os mais frescos. Todo um capricho, hem? Depois de engarrafado, eles continuam de repouso para terminar a apuração. Este repouso de dias, semanas ou meses depende exclusivamente do produtor.

Gostou de saber de um jeito simplificado sobre o processo do vinho? Nos conte nos comentários se você gosta de um bom vinho!

Continue lendo: Como fazer plantio de hortelã em vaso para colocar na cozinha de casa, confira

Publicidade

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.