Como é feito o processo do vinho? Saiba como funciona o processo até a mesa do consumidor, veja

Saiba mais sobre esta bebida que é uma delícia!

0

Boa parte da população aprecia um bom vinho, não é verdade? Seja o doce, o suave ou o seco. A verdade é que, ainda mais em dias frios, um bom vinho sempre cai bem! Mas você sabe como é feito o processo do vinho? Como será que ele é feito para chegar até sua casa? Quais são as etapas? 

Bom, isso é o que hoje, 7 de maio, em Belo Horizonte, você vai descobrir! Nós, da Agro e Jardim, da Agrorural.net, vamos te atualizar das melhores informações a respeito deste tema. Afinal, é muito legal conhecermos certos manejos que, até então, ficam somente na nossa imaginação, não acha? Por isso, sem mais delongas, veja o processo abaixo. 

Leia mais: 

Como é feito o processo do vinho? Saiba como funciona o processo até a mesa do consumidor, veja
Como é feito o processo do vinho? Saiba como funciona o processo até a mesa do consumidor, veja – Pexels

Qual é o consumo de vinho no Brasil?

Primeiramente, antes de falarmos sobre o processo do vinho, vamos entender mais o quanto esta bebida é importante para o brasileiro. Segundo o site G1, durante a pandemia, o brasileiro nunca consumiu tanto vinho. Assim, foram, em média, 2,6 litros de vinho por pessoa! Este valor é quase 30% maior quando comparado aos anos anteriores. Muita coisa, não é mesmo?

Como é o processo do vinho?

Dessa forma, como já visto, o vinho é muito importante, ainda mais nos últimos tempos. Portanto, veja os processos e etapas. Basicamente, a produção do vinho se divide da seguinte forma: esmagamento das uvas, fermentação da pasta, decantação, nova fermentação do líquido se preciso, filtragem e engarrafamento. Entretanto, dependendo do processo industrial, alguns aditivos são colocados neste processo.

Nesse sentido, de modo geral, ao chegar na vinícola, as uvas são esmagadas. Em seguida, se for vir a ser um vinho branco, eles passam pelo processo de prensagem inicial. Desse modo, após a prensagem inicial, todos vão para a fermentação. Ela consiste na famosa mágica, isto é, as leveduras se alimentam do açúcar natural presente no suco das uvas e, por isso, o transformam em álcool e dióxido de carbono. Você sabia disso?

Caso não seja um vinho branco, a uva não passa pela prensagem justamente porque as cascas que configuram cor ao vinho tinto e rosé. Agora, o próximo passo é a trasfega, ou seja, passar o vinho para um tanque limpo e livre de resíduos. Após isto, no processo do vinho há algumas estabilizações para que não se formem cristais ou fermentações indesejadas no vinho já engarrafado.

Por fim, o penúltimo passo antes do engarrafamento é o confinamento, isto é, colocá-lo em um tanque de aço que limite a exposição do vinho ao oxigênio, mantendo-os mais frescos. Todo um capricho, hem? Depois de engarrafado, eles continuam de repouso para terminar a apuração. Este repouso de dias, semanas ou meses depende exclusivamente do produtor.

Gostou de saber de um jeito simplificado sobre o processo do vinho? Nos conte nos comentários se você gosta de um bom vinho!

Continue lendo: Como fazer plantio de hortelã em vaso para colocar na cozinha de casa, confira

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.