Aprenda a como fazer suportes para plantas trepadeiras de forma prática

Veja a melhor forma de cuidar das suas plantinhas!

0

Quer fazer suportes para plantas trepadeiras para ajudar suas plantinhas a crescerem mais estáveis? A princípio, esse tipo de planta cresce apoiado em algum lugar, pois elas se enrolam e, com isso, crescem em direção ao local onde estão. Nesse sentido, se não houver um suporte, elas tendem a cair pelo chão, o que pode machucá-las e danificar suas folhas e flores.

Hoje, 27 de maio, em Taubaté, nós da Agro e Jardim, da Agrorural.net, vamos te mostrar algumas formas de fazer belos suportes, de modo que suas flores fiquem sempre bem cuidadas. Além disso, você pode se inspirar e criar estruturas lindas para enfeitar seu jardim ou qualquer outro ambiente. Confira!

Leia mais: Confira agora como plantar pimenta biquinho com este guia específico

suportes para plantas trepadeiras
Veja como fazer suportes para plantas trepadeiras facilmente | Pixabay

Veja como fazer suportes para plantas trepadeiras facilmente

A princípio, você pode escolher diversos tipos de suporte, desde aqueles que gastam pouco, até aqueles que você não precisa fazer nada. Por exemplo, algumas trepadeiras podem, simplesmente, ser colocadas em uma área onde haja corrimão de escadas, em jardins. A partir dos cuidados certos, elas começarão a crescer sozinhas, bastando que você amarre o caule com um barbante até que elas se fixem.

Além disso, você também pode fazer isso com pilastras dentro e fora de casa, pois algumas plantas, como você verá abaixo, se enrolam nelas. Há, também, a possibilidade de cultivar tipos de plantas que crescem e cobrem paredes e muros: a dica aqui é fazer com que eles fiquem bem ásperos, porque isso facilita a fixação da planta.

Por fim, temos os caramanchões, que são aquelas estruturas em jardins onde costumam crescer o chuchu, o maracujá e as uvas: pilastras com o teto composto por tiras de madeira. Com o tempo, as plantas se alastram por ali e criam a sensação de um telhado vivo, o que deixa uma apresentação bem bonita.

Confira os tipos de fixação dessas plantas

Ademais, antes de escolher o tipo de suporte que você quer, é bom entender um pouco sobre como cada planta se comporta. Isso porque, dependendo do tipo, pode ser que o suporte escolhido não tenha efeito para ajudar a plantinha:

  • Plantas com gavinhas: aquelas que têm folhinhas ou ramos que se enrolam como se fossem cachos, possuem facilidade de se enrolar nos suportes. Exemplos: maracujá, chuchu;
  • Com raízes adventícias: as que mais se são bem com muros, pois se agarram e aderem a eles com facilidade. Por exemplo, temos a falsa-vinha e a unha de gato;
  • Plantas trepadeiras volúveis: o caule todo se enrola em qualquer superfície, fazendo com que pareçam cobrinhas. Exemplo: madressilva, tumbérgia-azul.

Enfim, esses são só alguns exemplos de plantas. Você pode escolher cultivar outras e montar suportes para plantas trepadeiras a partir da sua criatividade e conhecimento. Boa sorte!

Leia mais: Saiba como identificar falta de nutrientes no pé de mamão, dicas que podem te ajudar, veja

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.