Aprenda fazer esses 04 métodos simples e baratos de enxertia de rosa-do-deserto

Veja todas as formas e escolha a que melhor funciona para você!

0

Hoje, 23 de abril, em Taubaté, nós da Agro e Jardim, da Agrorural.net, vamos te mostrar quatro métodos diferentes para fazer enxertia de rosa-do-deserto. Portanto, se você quer aprender essas técnicas para utilizar com suas plantinhas, nos acompanhe abaixo para não perder nada!

A rosa-do-deserto é uma suculenta acostumada a climas quentes, devido ao seu lugar de origem, que é o continente africano. Por ser uma suculenta, é relativamente simples de cuidar e os métodos para enxertia são inúmeros, o que facilita na hora do cultivo. Sem mais delongas, vamos às dicas!

Leia mais: Aprenda a como cultivar figos no quintal de casa

enxertia de rosa-do-deserto
Saiba como enxertia de rosa-do-deserto com 4 métodos | Canva

Saiba como enxertia de rosa-do-deserto com 4 métodos

Antes de mais nada, é bom escolher uma planta-matriz certa para realizar algum desses métodos abaixo. Escolha uma que já esteja grande e florida, de preferência, para que o brotamento seja mais simples. Em seguida, remova com o auxílio de um estilete o caule que se desprende da parte mais larga do tronco, secando com um papel ou paninho a seiva que vai sair em seguida.

Assim que fizer o corte do tronco da rosa e secar a seiva, aplique cola instantânea ou canela no machucado da planta. Isso vai fazer com que ele feche e cicatrize mais rápido, evitando machucados maiores ou até mesmo que a planta adoeça. Cada parte do tronco onde nasceu uma folha (fica uma marquinha) é uma gema, de onde nascerão novos brotos.

1- Com cola instantânea

O primeiro método é com a cola instantânea: primeiro, escolha uma outra rosa que pretende fazer a enxertia e remova também a parte mais fina do caule, sempre secando a seiva em seguida. Coloque o broto do enxerto na planta que receberá a enxertia e passe a cola em volta deles. Não deixe que ela entre por baixo dos dois, pois pode apodrecê-los. Espalhe bem essa cola por todos os lados do brotinho, somente para segurá-lo lá.

2- Fazendo pressão com plástico filme

Deixe um espaço de pelo menos 5cm de caule limpo (sem brotos e folhas) para realizar esse procedimento, ou seja, comece a enxertia um pouco acima do caule mais grosso. Faça um corte reto nessa parte, que seja firme e não fique serrilhado. Coloque o pedaço do broto que separou em cima da parte da planta cortada e, com o plástico filme, passe duas voltas para fixar bem um pedaço ao outro. Se preferir, amarre com uma cordinha para fixar melhor.

3- Técnica de garpagem

Em terceiro lugar, temos a técnica de garpagem, que é a mais simples para quem está fazendo enxertia pela primeira vez. Para isso, você deve separar um brotinho que já tenha algumas folhas na ponta, umas três ou quatro. Faça um corte respeitando os 5cm de tronco da planta que receberá a enxertia.

Do broto, retire lascas na vertical da ponta que entrará em contato com a planta que o receberá, fazendo com que pareça um bico de lança. Faça um corte em V na ponta da planta que receberá a enxertia, de forma que encaixe o enxerto facilmente. Por último, amarre um barbante para que ambas fiquem bem presas uma à outra.

4- Enxertia de rosa-do-deserto com pressão de plástico

Por fim, para o último método, você deve separar um pedaço de plástico de 5cm que seja transparente e firme, como aqueles utilizados em pastas de escritório de guardar documentos. Em seguida, com o broto posicionado acima do caule da planta a receber enxertia, pressione o plástico, cobrindo toda a extensão. Com um elástico, amarre o plástico bem preso, de forma que faça pressão do broto cortado em cima do local do enxerto.

Leia mais: Confira 5 plantas que repelem mosquitos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.