Como cultivar Vanda em casa com essas dicas exclusivas e grátis

Você não pode perder este guia inédito e prático!

0

Você deve ser um amante de orquídeas, assim como nós. É incrível como elas conseguem ser tão diversas em seus mais variados tipos e, ainda, conseguem ser lindas de todas as formas, você não acha? E que tal aprender sobre mais uma? A famosa Vanda? Uma orquídea bem comum, inclusive pela sua cor, e que todos amam ter no quintal. Quer aprender a cultivar vanda? Veja nosso pots completo!

Porque hoje, 23 de junho, em Belo Horizonte, nós, da Agro e Jardim, da Agrorural.net, vamos te ajudar a ter um jardim ainda mais lindo com essa plantinha. Além disso, sabendo cuidar de uma, você abre diversas portas de aprendizado para já ter uma noção com as demais. Assim, sem mais delongas, vamos ao cultivo e aos cuidados com a vanda!

Leia mais: Aprenda como cultivar Endívias com este método específico, você vai se surpreender

Como cultivar Vanda em casa com essas dicas exclusivas e grátis
Como cultivar Vanda em casa com essas dicas exclusivas e grátis – Pexels

Nesse sentido, para iniciar o processo de cultivar Vanda, escolha um vaso e um local que possa ficar suspenso, pois suas raízes são pendentes. Após fazer esta escolha você deve ter a muda de orquídea. Isso porque, se você quiser começar pela semente, as chances de sucesso são bem baixas, considerando que ela precisa de alguns cuidados específicos na germinação. Mas não se preocupe! Se você não quiser compra a muda, fazê-la não é difícil, basta achar um galho com, pelo menos, 3 raízes, e que tenha uns 20 cm de altura. Com estas condições, sua orquídea irá sobreviver.

Agora, com vaso e muda a postos, desenvolva o substrato. Misture metade do vaso com terra e metade com substrato enriquecido à base de NPK ou matéria orgânica. É preferível a segunda opção, que pode ser húmus de minhoca ou a chamada farinha de osso. No entanto, ambos trazem bons resultados. Coloque a muda bem ao centro e enterra apenas as raízes! Muito simples, hem?

Por fim, com o plantio feito, vamos para a parte de cuidados. Portanto, no caso das irrigações, opte sempre pela manhã, para que as folhas e flores não fiquem queimadas. Junto a isto, as regas podem ser frequentes, pois as raízes não ficam em contato direto com o substrato e não possuem local para armazenar esta água. Cuide sempre da luminosidade, que deve ser boa, e deixe-a suspensa para analisar suas raízes. Contudo, não exponha a planta em climas mais frios, porque isso pode prejudicar o crescimento das flores.

Caso você perceba que não está se desenvolvendo muito bem, faça o transplante, renove o adubo e retire alguns galhos mortos. Ah, é super importante também que você não deixe o solo sujo ou com ervas daninhas. Preserve o local limpo para que os nutrientes possam ser absorvidos pela orquídea na íntegra.

Agora tudo ficou muito mais simples cultivar vanda depois desse guia prático, não é mesmo? Com as dicas e técnicas rápidas, mas certeiras, você consegue ter um jardim organizado e não precisa se preocupar com manutenções exageradas, pois o processo e percurso irão facilitar suas demandas. Conte para nós quais plantinhas você tem e até a próxima matéria com truques incríveis!

Continue lendo: Você vai aprender neste artigo como plantar vinagreira

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.