Como criar o peixe pintado em tanque e ter renda, veja como funciona e saiba os cuidados necessários

Veja como lucrar muito!

Peixe pintado, via Freepik
0

Pensando em criar o peixe pintado em tanques para lucrar mais? Então você veio ao lugar certo! De água doce, esse é um peixe relativamente simples de cuidar, que não demanda muita manutenção. Além do baixo custo de cuidados, ainda é um animal que gera muita renda. Quer saber como lucrar com ele? veja abaixo!

Publicidade

Hoje, 27 de janeiro, nós do Agrorural.net, vamos te mostrar as melhores formas de ter uma criação de peixe desse tipo em casa sem gatar muito, mas de um jeito que você vai lucrar bastante. Dessa forma, confira nossas dicas abaixo se quer começar seu próprio negócio!

Leia mais: Parceria inédita amplia acesso às soluções agrícolas da UPL em plataforma digital, veja

Publicidade

Saiba de que forma você pode criar o peixe pintado em tanques

Um dos motivos pelos quais a carne de pintado é tão popular é que, além de saborosa, ela não possui espinhos. Portanto, muitas pessoas costumam consumir esse peixe com certa frequência, quando se trata de frutos do mar. Por esse motivo, esse mercado é bem lucrativo, já que se pode ganhar um bom dinheiro criando-o em tanques para revenda.

Inclusive, além de vender os peixes abatidos para mercados, frigoríficos, feirantes e outros semelhantes, você também pode oferecer os peixes vivos para pesqueiros de pesque-pague. Logo, é um empreendimento muito versátil. Agora, veja como começar nesse negócio!

Continua depois da publicidade
Banner camara

Montando seu tanque

Primeiramente, as opções de tanques para criação do pintado são até que muitas: seja chapa galvanizada, alvenaria, tanques-rede ou fibra ele irá se adaptar bem. Entretanto, o ponto é oferecer um tamanho ideal, visto que os peixes crescem bastante: o melhor aqui é um tanque entre 5 e 10 mil m². A largura, por sua vez, pode variar entre 1 e 4m, enquanto a profundidade também pode ser entre 1 a 1,5m.

Alimentação dos peixes

Ademais, na natureza é comum que o pintado se alimente de outros peixes. Entretanto, como estamos falando de uma criação em cativeiro, esses peixes devem se acostumar à ração industrializada. Apesar disso, caso prefira, o produtor pode optar pela compra de alevinos que se alimentem de ração extrusada para fazer a alimentação dos pintados ou mesmo complementá-la.

Reprodução dos peixes

Por fim, a reprodução desses peixes já é um pouco mais complexa. Em seu habitat natural, o pintado costuma desovar em cabeças de rio, depois de nadar exaustivamente contra as correntezas. Entretanto, como a criação não propicia essa alternativa, o que se pode fazer é induzir a reprodução através de hormônios. Aqui, a dica é contar com a ajuda de um especialista na área.

Agora você sabe como criar o peixe pintado e pode lucrar muito!

 

Curiosidades sobre o peixe pintado

  1. O peixe pintado é capaz de mudar de cor para se camuflar no ambiente. Ele pode mudar de um verde brilhante para um marrom escuro, dependendo do fundo do rio ou lago onde ele está nadando.
  2. O peixe pintado é uma espécie migratória, ele segue o fluxo da água para acompanhar a mudança de estação, e os peixes costumam se agrupar em grandes cardumes durante a migração.
  3. O peixe pintado é uma espécie importante para a pesca comercial, é considerado um alimento delicioso e amplamente consumido em todo o mundo.

Leia mais: Focos de Ferrugem-asiática no Sul de Mato Grosso acendem alerta, confira

Publicidade

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.