Como cuidar de cactos utilizando este guia prático

Se você ama cactos, esse artigo é para você!

0

Hoje, 13 de abril, em Taubaté, nós da Casa e Jardim, da Agrorural.net, vamos te mostrar como cuidar de cactos com algumas dicas simples. Afinal, muitas pessoas amam cactos e, por terem aparências muito diversas, eles conquistam mais corações a cada dia. Para saber mais, confira nosso artigo abaixo!

Até onde se sabe, existem cerca de 300 espécies de cactos que já foram registradas até hoje. Ou seja, são tantos tipos que talvez você leve uma vida toda para juntá-los, caso queira um de cada! Lindas, fáceis de cuidar e cheias de presença, essas plantinhas são perfeitas para quem não tem tempo ou facilidade para lidar com plantas. Veja abaixo como cultivá-las!

Leia mais: Como plantar chifre de veado usando essa técnica infalível

cuidar de cactos
Veja como cuidar de cactos da maneira correta! | Canva

Veja como cuidar de cactos da maneira correta!

A princípio, os cactos são plantas muito populares no Brasil, que contém até mesmo suas espécies nativas, como o mandacaru. Por isso, é muito fácil encontrar pequenos cactos à venda em supermercados, casas de ração e floriculturas. Normalmente o que se deve fazer depois de adquiri-los é um transplante, já que eles chegam em vasos de plástico e, geralmente, muito pequenos.

Nesse sentido, recomendamos que você consiga um vaso que seja maiorzinho – quanto maior, mais o cacto vai crescer – e que seja, preferencialmente, de barro ou cerâmica. Isso porque os cactos são plantas que não gostam de muita água, então esses materiais ajudam na drenagem. Entretanto, outros também podem funcionar, basta que haja muitos furinhos na base.

Substrato e montagem do vaso

Antes de mais nada, é bom fazer uma camada de drenagem na parte interna do vaso, mesmo que ele seja feito dos materiais que indicamos anteriormente. Para isso, você pode usar manta de bidim, cascalhos ou até mesmo areia. Em seguida, escolha uma terra bem drenável e um adubo que não pese muito, preferencialmente o húmus, por exemplo.

Incidência de luz

Como já é de se imaginar, cactos amam a luz solar, até porque não têm muita escolha: afinal, eles nascem em ambientes áridos e secos, o que faz com que sejam grandes acumuladores de água (por isso têm esse aspecto mais gordinho).

Uma dica é fazer com que ele sempre tenha contato direto com o Sol. Do contrário, eu cacto crescerá em busca da luz, mas acabará ficando deformado com o passar do tempo, o que faz com que ele acabe pendendo ou ficando com déficit de nutrientes.

E as regas?

Por fim, como gosta de ambientes secos, ofereça poucas regas a sua planta. Quando estiver em climas quentes, regue uma vez por semana que será o suficiente. Agora, em períodos frios, você pode fazer isso apenas duas vezes ao mês. Viu como é fácil cuidar de cactos?

Leia mais: Como plantar Kalanchoe: mais conhecida como a flor da felicidade

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.