Saiba como funciona o cultivo sorgo forrageiro

Entenda melhor como funciona esse processo!

0

Tudo que envolve plantação sempre é uma caixinha de surpresas, não é mesmo? Afinal, cada vez mais novos mecanismos são instaurados para que o cultivo fica facilitado. Mas você sabe como fazer o cultivo sorgo forrageiro? Por que ele é o escolhido? Bom, saiba que este é um investimento que cresce de forma exponencial no Brasil, pois ele se adapta facilmente em diversas regiões.

Ficou curioso e quer saber mais? Confira hoje, 27 de maio, em Belo Horizonte, aqui na Agro e Jardim, da Agrorural.net, tudo sobre esta plantação, como é feita, o que é e muito mais. Você, com certeza, vai se interessar bastante. Por isso, se eu fosse você, já pegava papel e caneta e corria para a anotar! Bora lá saber?

Leia mais: Confira agora como plantar pimenta biquinho com este guia específico

Saiba como funciona o cultivo sorgo forrageiro
Saiba como funciona o cultivo sorgo forrageiro – Canva Pro

Primeiramente, antes de irmos, de fato, para o cultivo do sorgo forrageiro, saiba que esta plantação leva, em condições normais, de 30 a 40 dias após a germinação, mas isso pode variar em até 70 dias. Contudo, em climas quentes, o florescimento em geral ocorre com 55 a 70 dias após a germinação. Ou seja, é um tempo médio, mas nada demorado em exagero, certo?

Como funciona o cultivo sorgo forrageiro?

Agora, vamos ao que interessa! Como funciona esse cultivo? Bom, talvez você não saiba, mas o sorgo é uma das principais lavouras plantadas no Brasil. Por que isto? Esse fato se dá por conta do sorgo apresentar uma boa adaptação aos mais diversos ambientes e condições não tão boas assim. Além disso, tem uma desenvoltura melhor se comparado ao milho ou a soja e produz muita palhada, que serve para a cobertura de solos, por exemplo.

Desse modo, para plantá-lo, você deve preparar o local. Assim, este deve ser arado e que não seja compacto. De preferência, deve ser um solo que não teve uma cultura plantada antes. Nesse sentido, antes de arar, recomenda-se colocar um pouco de calcário no solo e, após arar, colocar a outra metade.

O próximo passo consiste na semeadura. Portanto, deposite as sementes em uma profundidade de 3 cm. Mas atenção, quanto mais argiloso o solo for, menos profundidade as covas devem ter. Um outro ponto importante é que, para o cultivo do sorgo forrageiro, o adubo deve ser colocado a uma distância de, pelo menos, 3 cm das sementes, tanto nos lados quanto abaixo ou acima delas.

Por fim, preste muita atenção na adubação, pois ela deve sempre ser ministrada para que o solo nunca fique esgotado de nutrientes. Uma boa matéria orgânica sempre é bem-vinda! A irrigação, por sua vez, deve ser sempre em função da umidade do solo, mas ela resistente bem a tempo secos, chuvas fortes e ventos. Ah, por sinal, o sorgo ama uma boa iluminação!

Continue lendo: Saiba como identificar falta de nutrientes no pé de mamão, dicas que podem te ajudar, veja

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.