Sinais que a sua suculenta não vai bem: aprenda como salvá-la

Veja como ajudar sua plantinha em horas críticas!

0

Hoje, 22 de abril, em Taubaté, nós da Agro e Jardim, da Agrorural.net, vamos te mostrar alguns dos sinais de quando sua suculenta não vai bem. Portanto, se você tem reparado que suas plantinhas andam meio fragilizadas, é bom se atentar a alguns sinais pontuais que indicaremos abaixo.

Em suma, as suculentas são plantas que normalmente se viram bem com poucos recursos. Na verdade, elas são plantinhas extremamente guerreiras, pois crescem em diversas situações precárias e continuam lindas mesmo recebendo pouco. Entretanto, nem sempre uma suculenta consegue se manter, pois sempre há problemas no ambiente. Veja quais são e como resolver!

Leia mais: Saiba como fazer adubo em pó com casca de ovo: conteúdo exclusivo

suculenta não vai bem
Veja sinais de que sua suculenta não vai bem | Canva

Veja sinais de que sua suculenta não vai bem

As suculentas são plantas muito simples de cuidar, mas que, assim como outras plantas, possuem necessidades básicas para ficarem saudáveis. Portanto, o principal erro em cuidar de suculentas é acreditar que elas não precisam de cuidado nenhum e que podem se desenvolver sozinhas à própria sorte. Veja abaixo alguns sinais que indicam que isso não é verdade.

Crescimento exagerado do caule

Por serem plantas semelhantes aos cactos e que não necessitam de muitas regas, as suculentas preferem ambientes em que possam receber muita luz direta. Portanto, quando elas crescem com um caule muito alongado, exagerado, é sinal de que estão há muito tempo nas sombras.

Isso acontece porque a planta está tentando buscar mais luz, o que acaba fazendo com que fique doente. Dessa forma, deixe-a em um ambiente de Sol pleno pelo menos na maior parte do dia.

Presença de pragas

Pulgões e cochonilhas são o mal mais comum nas suculentas, elas devoram as folhas e fazem com que elas adoeçam. Entretanto, resolver o problema é bem simples: basta misturar uma colher de detergente de louça em um litro de água e borrifar em toda sua planta. Cubra todo o perímetro, desde as raízes até as folhas e caule, especialmente na parte debaixo da folhas. Com o tempo, as pragas morrerão e elas voltarão a ter saúde.

Caule ou raiz apodrecidos

Em seguida, esse problema é comum quando oferecemos água em excesso para a suculenta. Como dissemos anteriormente, as suculenta preferem pouca água na semana, porque, na natureza, elas já estão acostumadas com isso. Aliás, assim como os cactos, elas absorvem a água que recebem para usar com o passar do tempo e o excesso pode apodrecer as raízes ou dar a elas um aspecto inchado.

Folhas atrofiadas ou retorcidas é um sinal de que a suculenta não vai bem

Por fim, embora não gostem de água excessiva, não quer dizer que essas plantas nunca precisarão de irrigação. Quando estão retorcidas e atrofiadas significa que não estão recebendo água corretamente. O ideal é oferecer a elas água uma ou duas vezes por semana.

Uma técnica útil é mergulhar os vasos em um balde de água e deixar lá por cerca de 10 minutos: elas vão beber o que quiserem e pararão de absorver quando estiverem satisfeitas. Faça isso a cada 15 dias e você vai perceber que elas melhorarão de aspecto.

Leia mais: É por isso que as folhas da sua orquídea estão amarelas: saiba como salvar!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.