Como preparar silagem de milho verde para o gado leiteiro, confira o passo a passo

Saiba exatamente como é feito e se surpreenda!

0

Você sabe como é preparar silagem de milho verde para o gado leiteiro? Bom, isto é o que nós vamos explicar para você, hoje, sem enrolações! Isso porque, após a década de 60 e 70, com o melhoramento genético do gado, houve uma necessidade de melhorar também esta silagem. Assim, os criadores gostariam de um milho mais fácil de ser digerido, por exemplo. Contudo, as evoluções não são do dia para a noite, não é mesmo?

Mas no século XXI isto já é realidade. Por isso, hoje, 8 de maio, em Belo Horizonte, nós da Curiosidades do Agro, da Agrorural.net, vamos te explicar melhor! Continue lendo com atenção e entenda como o processo é feito nos dias de hoje. Afinal, estar por dentro dos processos é muito interessante para entender como ocorre nos “bastidores”.

Leia mais: Como fazer plantio de feijão branco, veja os cuidados necessários e cultive certo

Como preparar silagem de milho verde para o gado leiteiro, confira o passo a passo
Como preparar silagem de milho verde para o gado leiteiro, confira o passo a passo – Pexels

Como é feita a silagem de milho verde para gado leiteiro?

Em primeiro lugar, indo direto ao ponto, nós vamos te explicar como é feita a silagem de milho verde para o gado. Assim, para uma boa silagem, esta deve passar por 3 processos, sendo eles:

  1. Plantio e condução agronômica;
  2. Colheita e ensilagem;
  3. Desensilagem e fornecimento.

Entretanto, você deve estar se perguntando: o que isso quer dizer? Bom, entenda cada um de forma detalhada agora mesmo! No caso do número 1, ele consiste em, de fato, colher e conduzir da melhor forma. Os mais importante são os últimos dois pontos, que vamos discutir agora. No caso do número 2, você precisa estar atento, porque é a partir dele que boa parte da qualidade será definida. Assim, o ponto ideal de colheita é quando a planta possui 35% de matéria seca ou 65 a 70% de umidade. Com isso, este estágio é, geralmente, atingido quando a linha do leite está entre 1/2 e 2/3 do grão.

Se passa muito deste teor, a digestibilidade fica cada vez mais difícil. Muito curioso, não acha? Desse modo, na hora de saber melhor sobre a silagem de milho verde, o processo possui várias vertentes, sempre verificando a quantidade de fibras, proteínas e afins.  Há uma parte neste meio tempo chamada de compactação da silagem, ou seja, define a forma a distribuir por todo silo camadas uniformes de espessura médias. Perceba como todas as etapas contribuem para a qualidade final.

Ah, é importante avisar que as informações estão simplificadas para que o acesso a informação chega até você de forma objetiva. Todavia, todo processo agrícola é repleto de informações adicionais. Para saber mais, faça uma busca detalhada, correto?

Desensilagem e Fornecimento

Por fim, o terceiro e último passo dessa silagem de milho verde é a desensilagem. O que é isto? É a hora da retirada do produto do silo. Portanto, ele deve ser mantido o mais plana possível e perpendicular ao solo e laterais. Isso porque, assim, minimiza a área de superfície exposta ao ar. A taxa de retirada do silo deve ser suficiente para prevenir a silagem exposta ao aquecimento e perdas provenientes disto. Sendo assim, por isso que é tão importante que os silos tenham dimensões calculadas para essa retirada mínima.

Gostou de saber mais sobre este assunto? Comente para nós o que você achou e não deixe de acompanhar nossos posts diários!

Continue lendo:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.