Como é feita a borracha? Entenda todo o processo da extração da matéria-prima da seringueira

Tire essa dúvida agora!

0

Se você quer saber como é feita a borracha, a hora para aprender é agora! Vinda do látex, que é retirado da seringueira, esse mercado já movimentou muito dinheiro em território nacional. Além disso, a produção é muito curiosa, o que atrai interessados de todos os lugares. Veja como funciona!

Hoje, 12 de maio, em Taubaté, nós da Curiosidades do Agro, da Agrorural.net, vamos te mostrar quais são os processos gerais para a confecção da borracha, além de falar um pouco mais sobre esse mercado e sua importância. Dessa forma, continue nos acompanhando logo abaixo e não perca nenhuma informação!

Leia mais: Como cultivar hortênsias em casa sem dificuldades e sem gastar muito, confira os cuidados

como é feita a borracha
Descubra como é feita a borracha! | Canva

Descubra como é feita a borracha!

Você já se perguntou como é feita a borracha que usa diariamente? Seja a borracha escolar, a das luvas, dos sapatos etc. Saiba que uma das formas (pois existem mais) é através do látex, extraído da seringueira. Por sua vez, a seringueira (ou árvore-da-borracha, como também é popular) é uma árvore nativa da América do Sul, o que inclui o Brasil, mais precisamente em território amazônico.

Em suma, o látex é resultado da coagulação do que se chama de leite da seringueira: para retirá-lo, os extratores fazem um corte profundo no caule da árvore e penduram um recipiente embaixo. Dessa forma, conforme o látex vai saindo do caule, ele pinga no recipiente e essa é a forma de coleta. Como o processo pode demorar bastante, é comum fazer isso em várias árvores e voltar mais tarde para recolher os potes já cheios.

Depois disso, o látex passa por um processo chamado vulcanização, que tem por objetivo conceder a ele maior resistência ao elasticidade, o que proporciona uma facilidade para transformar a borracha em outros materiais, como pneus de veículos. Entretanto, embora no começo o Brasil fosse o único produtor de borrachas naturais, isso mudou quando os ingleses transportaram sementes de seringueiras para outros países.

Borracha sintética x natural: quais as diferenças?

Por fim, a borracha sintética surgiu como um meio de explorar menos as árvores em busca de látex. A produção dessa matéria-prima ocorre a partir do petróleo, que vem de indústrias petroquímicas. Contudo, o lado negativo da utilização dessa matéria-prima é que o petróleo não é um material renovável, diferente da borracha natural, que ainda gera renda para populações rurais.

Dessa forma, para auxiliar a movimentação do mercado sem muitos impactos ecológicos, uma das soluções é trabalhar com seringueiras clonadas, que tem maior taxa de produtividade e resistência a doenças. Além disso, o impacto da utilização dessas árvores é positivo, uma vez que as seringueiras ajudam a preservar as florestas, pois são plantas nativas. Agora você sabe como é feita a borracha! E aí, curtiu? Comente aí embaixo!

Leia mais: Como é feito o preparo do solo para plantar algodão, confira

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.